Angraecum

Orquídeas Angraecum

COMO CULTIVAR

Luminosidade: 

Necessitam de muita luz para um pleno desenvolvimento, um sombreamento de 30% a 50% são ideias para seu cultivo e emissão de floradas vigorosas.

Abaixo descrevemos alguns sintomas de baixa luminosidade e de alta luminosidade sendo possível adequar o melhor local de cultivo com estas informações.

Sintomas Baixa Luminosidade: Folhas com tom verde escuro forte, folhas muito compridas e moles, ausência de floradas (quando adulta), perda de folhas e aparecimento de pragas e doenças com frequência.

Sintomas de Excesso de Luminosidade: acontece geralmente quando a planta fica a sol pleno, folhas amarelas e desidratadas, queimaduras e senescência de folhas.

Temperatura:

São plantas muito resistentes a altas temperaturas podendo suportar temperaturas altas até 45ºC e baixas de 10ºC, porém para seu bom desenvolvimento é recomendável temperaturas entre 20ºC e 35ºC. No inverno as temperaturas frias abaixam seu metabolismo prejudicando seu desenvolvimento, mas quando a temperatura aumenta elas reestabelecem seu desenvolvimento normal.

Umidade:

São plantas que necessitam de umidade ambiente elevada. Semelhante ao das florestas úmidas onde é nativa.

Ventilação:

São plantas que não devem ficar em local muito ventilado, pois a ventilação tira a umidade ambiente e seca suas raízes rapidamente desidratando a planta.

Plantio:

Pode ser feito em cachepots de madeira ou plástico, tocos de madeira, árvores, vasos com boa aeração, sendo que as Angraecums utilizam estes materiais apenas como suporte para se fixarem. São plantas que não necessitam de substrato para plantio e se desenvolvem melhor sem substrato, caso sua região seja muito seca utilize substrato bem aerado no vaso, como cascas de pinus tamanho grande. O uso de substratos menos porosos como musgo pode ser utilizado na fase mais jovem das plantas para manutenção da umidade. Em plantas como idade acima de 1 ano deve-se evitar uso de substratos de granulometria pequena, como musgo, casca de pinus tamanho P, casca de macadâmia triturada e fibra de coco, pois pode causar o apodrecimento das raízes e aumentando a incidência de doenças.

Irrigação:

Como geralmente são plantas cultivadas sem substrato e que necessitam de alta umidade as regas devem ser frequentes, para evitar que a planta desidrate. Pode-se irrigá-las diariamente.

Adubação (programa de nutrição):

Nº 1 - Emissão de novas folhas – setembro a maio

Agric Premium 25-10-10 – 2g/Litro de água – semanalmente

Intro Balance Supera Ca e Mg – 2ml/Litro de água – semanalmente

Ativa Power Stimulus - 1g/Litro de água – semanalmente

Nº 2 - Emissão de raízes e floração – setembro a maio

Agric Performance 12-40-12 – 2g/Litro de água – semanalmente

Intro Balance Supera Ca e Mg – 2ml/Litro de água – semanalmente

Ativa Power Stimulus - 1g/Litro de água – semanalmente

 

Intercalar tratamento 1 e 2, cada semana um.

 

Nº 3 - Período estável – Baixo crescimento – de junho a agosto

Agric Premium 18-18-18 – 2g/Litro de água – a cada 15 dias

Intro Balance Supera Ca e Mg – 2ml/Litro de água – a cada 15 dias

 

Para mais informações e dúvidas envie um e-mail para nosso agrônomo com o Assunto: Dúvida de cultivo - Angraecum e logo retornaremos: contato@orquivitro.com.br

Angraecum sesquipedale

R$ 49,90

ou 3x de R$ 16,63 sem Tarifa