Cattleya Quinquecolor
  • Cattleya Quinquecolor
  • Cattleya Quinquecolor

Cattleya Quinquecolor

Sku: 5E17B00D63E6F

Categoria: CattleyaOrquídeas Hibridas

Quantidade Disponivel: 0 un

Produto Indisponível
Unidade: un
un
Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

Nome: Cattleya forbesii rosa x Cattleya acladiae

Informações do Produto

Nome: Cattleya forbesii rosa x Cattleya acladiae

Origem: Híbrido

Produção: sementeira

Tamanho da flor: ~ 6 cm de diâmetro

Duração das Flores: 20 dias

Habitat: Epífita

Clima: quente à fresco

Sombreamento: 70%

Umidade: + de 30%

Fragrância: pouco perfumada

Época de Florescimento: Verão – Dezembro/Janeiro

Nível de Diculdade no Cultivo: Fácil

Substrato recomendado: Optar por substratos com boa aeração como casca de pinus M, P e casca de macadamia.

Plantio: Vasos plásticos, vasos de barro, tocos e árvores.

Tamanho:  BS (Adulta) - Planta adulta, já floriu ou está pronta para florir na sua estação.

Envio: As plantas são enviadas envasadas e enroladas em jornal e acondicionadas em caixa de papelão.

Recepção das plantas: Retirar com cuidado da embalagem, hidratar as raízes e se necessário plantá-las em substrato recomendado.

 

Sobre as Cattleyas

O nome deste gênero foi dado em homenagem ao britânico William Cattley, comerciante de grãos e colecionador de plantas de todo o mundo. Cattley Tinha uma coleção de plantas de todo o mundo porém sempre se encantou mais pelas orquídeas. Em 1818 Cattley estava desembalando uma caixa de plantas recebida do Brasil e se deparou com uma planta diferente, cultivou até ela dar flor, após florida Lindley nomeou em homenagem a Cattley como Cattleya labiata (a "orquídea de corsage). Um ano mais cedo, William Swainson havia descoberto a orquídea em estado selvagem no estado brasileiro de Pernambuco e enviado um exemplar junto com outras plantas para Cattley, através do Jardim Botânico de Glasgow.

Atualmente as Cattleyas são as orquídeas mais cultivadas entre colecionadores e também as mais utilizadas em cruzamentos para gerarem belos híbridos amplamente comercializados, suas belas formas, cores, tamanhos grande e perfumes, essas características encantam a todos. Alguns exemplos de Híbridos são as Brassolaeliocattleyas (Blc.), Rhyncholaeliocattleya (Rlc.), Brassocattleya (Bc.) dentre outros.

Suas espécies nativas também são muito colecionadas e participam de campeonatos buscando cada vez mais aprimorar suas formas, como são os casos de Cattleya walkeriana, Cattleya lueddemanniana, Cattleya nobilior, etc.

Como cultivar

Luminosidade: As Cattleyas de forma geral necessitam de um filtro de luz para seu pleno desenvolvimento um sombreamento de 50% a 70% são ideais para seu cultivo. Esse sombreamento pode ser feito utilizando ripados de madeira, sombrites ou aluminets e até mesmo copas não muito densas de árvores.

Para verificar se sua Cattleya está com falta de luz basta verificar os sintomas abaixo, caso ocorra algum fique atento.

Sintomas Baixa Luminosidade: Folhas com tom verde escuro forte, folhas muito compridas e moles, ausência de floradas (quando adulta), perda de folhas e aparecimento de pragas e doenças com frequência.

Sintomas de Excesso de Luminosidade: acontece geralmente quando a planta fica a sol pleno, folhas amarelas e desidratadas, queimaduras e morte de folhas.

Temperatura: São plantas muito resistentes a altas temperaturas podendo suportar temperaturas altas até 40ºC e baixas de 10ºC, porém para seu bom desenvolvimento é recomendável temperaturas entre 20ºC e 35ºC.No inverno as temperaturas frias abaixam seu metabolismo prejudicando seu desenvolvimento, mas quando a temperatura aumenta elas reestabelecem seu desenvolvimento normal.

Umidade: São plantas que necessitam de umidade ambiente acima de 50%, porém não gostam de substrato encharcado.

Ventilação: São plantas que gostam de ambiente bem arejado, a ventilação evita o crescimento de fungos e bactérias, preservando a saúde da planta.

Plantio: Procure sempre utilizar substratos bem aerados como Casca de Pinus M e G, ou até mesmo misturas de Cascas com Musgo, porem sempre aerando bem as raízes.

Outra forma muito interessante de cultivo são os Cachepots de madeira e Tocos de madeira.

Irrigação: Deve se fazer a rega sempre que o substrato esteja seco ou levemente úmido, procure molhar em abundância e depois deixar o substrato drenar toda água. Após esta drenagem que via de regra depende do substrato, do tipo e tamanho do vaso e da época do ano (épocas de baixa e alta úmidade do ar). Por exemplo: nos meses secos de junho e julho o substrato seca rápidamente e as regas devem ser diárias e nos meses de Dezembro/Janeiro a úmidade do ar é alta e deve acompanhar o substrato, porém as regras são feitas a cada 2 dias normalmente.

Adubação:
Programa de nutrição para orquídeas:
Nº 1 - Emissão de novas folhas – setembro a maio
Agric Premium 25-10-10 – 2g/Litro de água – semanalmente
Intro Balance Supera Ca e Mg – 2ml/Litro de água – semanalmente
Ativa Power Stimulus - 1g/Litro de água – semanalmente
Nº 2 - Emissão de raízes e floração – setembro a maio
Agric Performance 12-40-12 – 2g/Litro de água – semanalmente
Intro Balance Supera Ca e Mg – 2ml/Litro de água – semanalmente
Ativa Power Stimulus - 1g/Litro de água – semanalmente
Intercalar tratamento 1 e 2, cada semana um!
Nº 3 - Período estável – Baixo crescimento – de junho a agosto
Agric Premium 18-18-18 – 2g/Litro de água – a cada 15 dias
Intro Balance Supera Ca e Mg – 2ml/Litro de água – a cada 15 dias

Para mais informações e dúvidas envie um e-mail para nosso agrônomo com o Assunto: Dúvida de cultivo e logo respondemos contato@orquivitro.com.br

 

Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!